Índia planeja normas para a declaração de glúten nos rótulos




O Órgão regulador da Índia para alimentos, o Food Safety and Standards Authority of India (FSSAI), está desenvolvendo normas para a informação sobre a ausência de glúten nas embalagens do país. A atenção se dá devido ao aumento do número de pessoas com a doença celíaca, que é mais comum do que o reconhecido na Índia, segundo pesquisadores, e ao fato de muitos produtores indicarem nas embalagens que seus produtos são baixos em glúten na intenção de que as vendas sejam aumentadas.


O glúten é uma proteína presente em cereais como trigo, centeio, cevada, triticale e malte, bem como em produtos que contenham esses ingredientes e que pode desencadear uma doença auto-imune, chamada doença celíaca. Neste quadro clínico, o sistema de defesa do corpo entende que o glúten deve ser combatido, o que leva a uma inflamação no intestino que acarreta em uma má absorção de nutrientes.



Entre os sintomas da doença celíaca, comumente, estão dor abdominal, diarreia, perda de peso, redução de apetite, irritabilidade, tonturas e podem evoluir para problemas dentários, infertilidade, anemia, osteopenia, dentre outros. Porém, existem quatro tipos diferentes da doença e, em alguns deles, há poucos sintomas ou não há ocorrência de sintomas gastrointestinais; para o diagnóstico pode ser necessário exame de sangue, fezes, endoscopia e até biópsia.


As causas da doença ainda não estão completamente compreendidas, e como infelizmente, não tem cura, é necessário que os celíacos adotem uma dieta completamente sem glúten.


O CEO do FSSAI, Pawan Aggardwal, informou que o Órgão planeja inspeções não programadas nas indústrias para garantir que os produtos sejam, realmente, sem glúten e evitar contaminações cruzadas.


Fonte: Bakery and Snacks


Laboratório de Rotulagem é um serviço da Oxya Agro e Biociências
Rua Hortência, 411, Belo Horizonte, MG, Fone 31 3466 2161,
e-mail: contato@laboratorioderotulagem.com.br

email.png